Tão importante quanto os itens de decoração ou as características estéticas que remetem à personalidade do cliente, a parte estrutural de uma construção é fator primordial que determina a vida útil da residência e, ainda, evita dores de cabeça depois.

A estrutura da casa é composta por vigas, colunas e vergalhões que sustentam paredes, lajes e coberturas. E cada um desses componentes pode ser constituído de vários materiais, alguns mais resistentes e duráveis que outros. Os materiais podem ser concreto, madeira, aço, combinações entre eles e outros.

Construções feitas de pré-fabricados de concreto já são recorrentes em outros tipos de edificações e ganham mercado no ramo residencial. Quer conhecer as características principais dos pré-fabricados de concreto e como utilizá-los em residências? Continue a leitura do artigo!

Atributos dos pré-fabricados de concreto

Os pré-fabricados são estruturas produzidas fora do lugar em que serão instaladas. Geralmente, são pilares, paredes, vigas, partes da fundação e telhas, que antes tinham aplicação mais conhecida em indústrias e edifícios comerciais. Normalmente, os blocos são constituídos por brita, ferro, concreto e areia.

O modelo se torna tão atrativo por acelerar a construção, isto é, a montagem das estruturas pré-fabricadas é bem mais rápida (em média, quatro vezes mais veloz) do que uma obra de construção usual, uma vez que as “peças” são encaixadas e já compõem a estrutura. Também garante uma grande precisão dimensional do projeto e diminui as chances de erros.

Outro aspecto que vale ser considerado é o sistema industrial de fabricação desse tipo de material. A alta tecnologia envolvida no processo exige que o material siga normas e padronagens que asseguram a qualidade do produto. Além disso, as fábricas têm que oferecer uma série de garantias para os compradores, entre elas: registro de data, responsável técnico e especificações do concreto usado.

Podemos considerar a alta durabilidade e a simplicidade na manutenção como vantagens adicionais.

Uma dica: não confunda os materiais pré-fabricados de concreto com os materiais pré-moldados, também de concreto. A diferença é pouca, mas é preciso considerá-la. Basicamente, os pré-moldados são produzidos fora do local em que serão instalados e contam com critérios menos rigorosos de inspeção e controle de qualidade. A fabricação industrial dos pré-fabricados é o que garante maior precisão do material.

Vantagens na prática

Quando aplicados em construções, sejam elas menores ou maiores, os pré-fabricados agilizam a execução da obra e reduzem o número de trabalhadores contratados. Isso acontece porque eles vêm prontos para serem montados e não necessitam de preparo de outros materiais — apesar de demandarem um conhecimento específico acerca da montagem dos blocos.

O custo dos blocos é variável e depende das características da construção e da quantidade necessária. Em média, o valor fica entre R$ 500 e R$ 800 por metro quadrado. Avaliando o custo do material, o valor total pode ficar um pouco maior do que em construções comuns. Entretanto, considerando a diminuição do tempo e a redução do quadro de funcionários, é uma opção interessante.

Outra vantagem é a sustentabilidade. A poluição derivada da construção civil é uma das atividades humanas que mais geram resíduos, tanto de materiais particulados quanto de gases. O projeto se torna mais sustentável utilizando os pré-fabricados, tendo em vista que há uma redução na quantidade necessária de materiais de construção. Também há menos resíduos e entulhos no canteiro de obra — evitando o descarte inadequado e o desperdício de recursos. Além disso, o concreto pode ser reaproveitado e reciclado.

A segurança da estrutura é mais um fator que vale ser avaliado. As casas de alvenaria no Brasil apresentam boas estruturas e bastante estabilidade. Mas as residências construídas com peças ou blocos pré-fabricados são ainda mais estáveis, precisas e seguras, até mesmo contra incêndios e impactos.

Usos e tendências

Pode parecer que as construções feitas com os blocos assumem formas limitadas, simples e pouco modernas, mas na verdade as construções podem se adaptar ao gosto e à necessidade do cliente, respeitando as limitações do fabricante.

O mais interessante é a possibilidade de customizar a casa do jeito que o cliente deseja e, ainda, aplicar as mais novas tendências da arquitetura.

Separamos, a seguir, algumas dicas e modelos para você se inspirar:

1. Invista nos revestimentos e complementos

A primeira dica é apostar nos “acessórios” da casa. Com o concreto em alta na arquitetura, é possível utilizar a beleza e a modernidade do material para construir ambientes aconchegantes e minimalistas, sem perder o charme industrial.

O material pode ser aproveitado em paredes, forros, pisos e até em itens de decoração, combinado com madeiras, vidrarias, móveis laqueados, pedras e tecidos das mais variadas cores.

A pegada industrial do concreto contrasta muito bem com áreas verdes. Além de jardins comuns, as construções atuais apostam em jardins suspensos, paredes vivas e telhados verdes.

2. Inove no formato da casa

Outra tendência é dar um toque especial na forma da residência. Com os blocos pré-fabricados, você pode apostar na projeção de casas minimalistas com formatos quadrados e retangulares, que são conhecidas como casas-caixa.

Esse modelo conta com a planta mais baixa, com um único bloco ou vários, um ou mais andares. Pode ser facilmente ampliada com a adição de novos módulos. Para a casa ficar moderna e ainda mais bonita, complemente com grandes janelas de vidro e revestimentos na fachada, com aparência de pedras ou de madeira. Arquitetos mais ousados também apostam em espelhos na frente da casa.

3. Reaproveite os espaços

As casas pré-fabricadas de concreto ainda oferecem a oportunidade de reorganizar espaços comuns, diminuir o número de paredes e criar níveis diferentes de forma rápida e segura.

Esse tipo de construção facilita a utilização de espaços menores, principalmente pela precisão de cada peça e pela otimização do uso dos materiais. Assim, terrenos ou projeto pequenos aparentam ser maiores e conseguem receber mais móveis ou mais ambientes.

Portanto, os pré-fabricados de concreto são soluções da engenharia para facilitar e incrementar projetos arquitetônicos. Representam uma ótima chance de reduzir custos, agilizar a construção e assegurar qualidade e durabilidade da residência. Faz parte do papel do arquiteto estar sempre alinhado com um engenheiro para garantir todas as vantagens que esse tipo de construção pode apresentar.